O Moribundo .32 S&W Longo

Erick Tamberg
Mensagens: 655
Registrado em: 09 Jun 2016, 13:50

O Moribundo .32 S&W Longo

Mensagem por Erick Tamberg »

Nos dias atuais, creio que ninguém, em sã consciência, optaria por uma arma de defesa nesse calibre. Mas nem sempre foi assim.

O .32 S&W Longo, apesar de fraco (mesmo para os padrões da época), foi popular por vários motivos:

1 - Permitia armas confiáveis (revólveres), de baixo custo e facilmente dissimuláveis;

2 - É extraordinariamente preciso! Prova disso é seu uso em modalidades de precisão.

3 - Em alguns países, a legislação favorecia seu uso por civis em detrimento do .38 Special. No Brasil mesmo, entre 1936 e 1965, o .38 SPL foi de uso restrito. A legislação de 1936 permitia revólveres de calibre .38, porém, limitava a energia a um máximo de 25 kgm (noutras palavras, o .38 S&W "Curto" era o teto). Em países como Portugal, Argentina e Índia, a legislação - de maneiras diferentes - também favorece (ou favoreceu) o uso civil do .32 S&W Longo.

O público desse calibre, em regra, é constituído por pessoas que não atiram frequentemente. Por serem revólveres pequenos e de baixo recuo, os .32 S&W Longo adaptam-se muito bem para pessoas de físico frágil - mais sujeitas a serem atacadas por indivíduos que se prevaleçam apenas da força física.

Quando lecionava em curso de formação de vigilantes, em algumas ocasiões, tive alunas que não conseguiam sequer empunhar corretamente um .38 SPL, devido ao pequeno porte físico e proporcional tamanho de mãos. Com os velhos revólveres .32 S&W Longo, foram perfeitamente capazes de receber a instrução básica. Creio que todo instrutor de tiro deva ter, ao menos, um revólver em calibre .32 S&W Longo para situações como essa. É um bom "plano B" para evitar que o (a) aluno (a) desista.

Há alguns anos, a Imprensa noticiou dois casos - ambos ocorridos no Rio Grande do Sul - onde idosos fizeram uso bem-sucedido de revólveres nesse calibre para sua defesa. Em ambos os casos, as boas características desse calibre se fizeram valer: uma senhora de 87 anos conseguiu alvejar o marginal 3 vezes com um velho Colt Police Positive deixado pelo falecido marido, enquanto o senhor de 72 anos que empregou esse calibre alvejou o marginal (este armado com um Rossi 719 de 6") com um único e certeiro tiro na cabeça, neutralizando-o instantaneamente.

Fica a pergunta: será que estas vítimas que reagiram teriam a mesma proficiência de tiro se empregassem, por exemplo, um "snubby" .38 SPL?

Obviamente, não é um calibre "de serviço" e, mesmo como "back-up", há opções melhores. Mas, pessoalmente, ainda vejo o .32 S&WL como opção válida como calibre civil de defesa, considerando-o como uma "arma de acessibilidade" ao público fisicamente mais frágil, que tenha dificuldade no manejo de armas de calibres maiores.

Carlos Adão
Mensagens: 350
Registrado em: 24 Abr 2017, 09:03

Re: O Moribundo .32 S&W Longo

Mensagem por Carlos Adão »

Texto muito interessante, parabéns.
Para acabar com a corrupção, é preciso que o brasileiro mude sua relação com o jeitinho. Ao conceder um status neutro ao jeitinho, uma área cinzenta entre o legal e o ilegal, os brasileiros justificam a própria transgressão. Robert Levine

Avatar do usuário
Anderson_
Mensagens: 348
Registrado em: 13 Jun 2018, 12:01

Re: O Moribundo .32 S&W Longo

Mensagem por Anderson_ »

Excelente análise, man!
"O HORA É AGORA, O MOMENTO É JÁ! JAIR BOLSONARO!"
Imagem
Olha a bovina aí...https://noticias.band.uol.com.br/jornal ... alhas.html

Avatar do usuário
SRenner4100
Mensagens: 91
Registrado em: 20 Jun 2018, 13:11

Re: O Moribundo .32 S&W Longo

Mensagem por SRenner4100 »

Bem legal o texto!

Esse caso da senhora de Caxias do Sul, foi bem polêmico na época...

Tem alguma análise parecida sobre o 7,65? Estou pensando em adquirir uma PT57, mais como item colecionável do que para utilização mesmo...
If guns are outlawed, only outlaws will have guns.

Avatar do usuário
Anderson_
Mensagens: 348
Registrado em: 13 Jun 2018, 12:01

Re: O Moribundo .32 S&W Longo

Mensagem por Anderson_ »

SRenner4100 escreveu:Bem legal o texto!

Esse caso da senhora de Caxias do Sul, foi bem polêmico na época...
OFF-TOPIC:

Tiazinha mandou bala, kkkk

http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-su ... adrao.html

Acho que tem um vídeo no youtube também, dela sentando o pipoco no malaco... :shock:

Uns anos depois ela morreu num incêndio,
http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-su ... do-rs.html

Abraços
"O HORA É AGORA, O MOMENTO É JÁ! JAIR BOLSONARO!"
Imagem
Olha a bovina aí...https://noticias.band.uol.com.br/jornal ... alhas.html

Avatar do usuário
raubvogel
Mensagens: 420
Registrado em: 22 Abr 2016, 15:16

Re: O Moribundo .32 S&W Longo

Mensagem por raubvogel »

SRenner4100 escreveu:Bem legal o texto!

Esse caso da senhora de Caxias do Sul, foi bem polêmico na época...

Tem alguma análise parecida sobre o 7,65? Estou pensando em adquirir uma PT57, mais como item colecionável do que para utilização mesmo...
Por muitos anos o 7.65 foi calibre padrão policial europeu, e tambem foi usado por militares. Por exemplo o primeiro modelo da "luger" foi neste calibre para o exercito Suisso. A Dreyse 1097 foi usada nas trinchieras. A Škorpion vz. 61 usa este calibre.

Erick Tamberg
Mensagens: 655
Registrado em: 09 Jun 2016, 13:50

Re: O Moribundo .32 S&W Longo

Mensagem por Erick Tamberg »

Sobre o 7,65mm, algumas considerações:

1 - Primeiramente, não vamos confundir o 7,65mm Browning com o Parabellum. São cartuchos distintos, sendo o segundo muito mais potente.

2 - Embora o .32 S&W Longo e o 7,65mm Browning estejam na mesma categoria de potência, nai considero o calibre de pistola de tão fácil uso por pessoas frágeis. Pistolas nesse calibre costumam ter um ferrolho pequeno e uma mola recuperadora dura, tornando difícil a manobra por pessoas de mãos fracas.

3 - Até os anos 80, pelo padrão europeu, o 7,65mm Browning era mais veloz do que o .380 ACP. Isso fazia ambos terem praticamente a mesma energia. Como as 7,65mm costumavam comportar, pelo menos, um cartucho a mais do que as congêneres em .380 ACP, o primeiro calibre era preferido na Europa. O padrão europeu para o .380 ACP era una velocidade inicial de 850 FPS para um projétil de 95 grains (cem FPS a menos do que o padrão americano).

4 - Pessoalmente, sempre que atirei com armas equivalentes em ambos os calibres, a 7,65mm sempre foi mais precisa e me permitiu atirar mais rápido do que a versão em .380 ACP.

5 - O problema do 7,65mm Browning, aqui no Brasil, é de logística e não de balística. Quem não tem máquina de recarga sofre, pois é raro um clube que disponibilize munição desse calibre recarregada aos sócios.

Erick Tamberg
Mensagens: 655
Registrado em: 09 Jun 2016, 13:50

Re: O Moribundo .32 S&W Longo

Mensagem por Erick Tamberg »

É verdade que o 7,65mm Browning foi de amplo uso militar e policial na Europa. O país que o manteve mais tempo em uso como calibre militar foi a Hungria.

Erick Tamberg
Mensagens: 655
Registrado em: 09 Jun 2016, 13:50

Re: O Moribundo .32 S&W Longo

Mensagem por Erick Tamberg »

Atenção deve ser dada ao fenômeno do "Rimlock" no 7,65mm Browning. Como é um cartucho com semi-aro, pode acontecer, dentro do carregador, de o aro do cartucho de cima ficar por trás do aro do cartucho de baixo, travando dentro do carregador. Com cartuchos de projétil expansivo (mais curtos), a chance disso acontecer aumenta. Com a Silvertip (projétil de 60 grains, em vez dos 71 usuais), isso é mais frequente.

Erick Tamberg
Mensagens: 655
Registrado em: 09 Jun 2016, 13:50

Re: O Moribundo .32 S&W Longo

Mensagem por Erick Tamberg »

SRenner4100 escreveu:Bem legal o texto!

Esse caso da senhora de Caxias do Sul, foi bem polêmico na época...

Tem alguma análise parecida sobre o 7,65? Estou pensando em adquirir uma PT57, mais como item colecionável do que para utilização mesmo...
SRenner,

Eu mesmo tenho uma PT-57 S (a primeira versão, de 13 tiros, com retém do carregador embaixo). Exatamente pelo recuo mínimo, de todas as peças que possuo, é a com a qual consigo executar o "Mozambique Drill" com maior facilidade e eficiência. Substituí as talas originais por uma de borracha da marca Pachmayr, destinada à Beretta 92. Adequa-se bem a mãos grandes.

Até os anos 80, a munição 7,65mm Browning era cara - uma caixa de 25 cartuchos custava quase o mesmo do que uma de 50 de .38 SPL. Por isso, em regra, os proprietários não atiravam muito. Não é difícil encontrar essas armas em bom estado de conservação e por preços razoáveis, dada a baixa demanda pelo calibre 7,65mm Browning nos dias de hoje.

Considerando seu cano de 117 mm (4,6") e as cargas de fábrica da CBC, a eficiência balística é equivalente a um .380 ACP usado em uma arma de cano mais curto - porém, com agrupamentos muito mais fechados.

Vale lembrar que a série "57" teve seis versões:
57 S: Carregador de 13 tiros, retém do carregador embaixo, miras fixas.
57 TA: Idem à anterior, com miras reguláveis.
57 S AMF: Carregador de 15 tiros, retém do carregador na posição convencional, miras fixas.
57 S TA AMF: Idem à anterior, com miras reguláveis.
57 SC: Série Compacta, carregador de 12 tiros, miras fixas.
57 SC-D: idem à anterior, mas com desarmador do cão. Ainda é produzida para exportação.

Importante:
- As duas primeiras (S e TA) não possuem trava de percussor e nem trava ambidestra;
- Os carregadores da série AMF (de 15 tiros) servem nas S e TA (de 13 tiros), mas não o inverso;
- A série SC possui segurança de carregador (o gatilho fica desativado quando o carregador é retirado).

Avatar do usuário
SRenner4100
Mensagens: 91
Registrado em: 20 Jun 2018, 13:11

Re: O Moribundo .32 S&W Longo

Mensagem por SRenner4100 »

Valeu pela aula Erick! Muito esclarecedor.

Nunca atirei com com armas desse calibre, mas pelo visto deve ser bem divertida... talvez até mais que o .380ACP.

Essa em questão que estou querendo comprar é uma da série SC, está muito nova deve ter dado pouquíssimos disparos. Pertence ao pai de um amigo meu. O porém é que ele não sabe a situação da documentação... mas a princípio foi recadastrada.
If guns are outlawed, only outlaws will have guns.

Erick Tamberg
Mensagens: 655
Registrado em: 09 Jun 2016, 13:50

Re: O Moribundo .32 S&W Longo

Mensagem por Erick Tamberg »

SRenner,

Eu só colocaria duas condicionantes para fechar o negócio: documentação e preço.

Avatar do usuário
SRenner4100
Mensagens: 91
Registrado em: 20 Jun 2018, 13:11

Re: O Moribundo .32 S&W Longo

Mensagem por SRenner4100 »

Erick Tamberg escreveu:SRenner,

Eu só colocaria duas condicionantes para fechar o negócio: documentação e preço.
Exatamente! Vi que tem algumas com preço bem interessante no ArmasBrasil... Acho que não deve fugir muito disso. Tomara que a papelada esteja OK.
If guns are outlawed, only outlaws will have guns.

Responder