6 é suficiente?

Avatar do usuário
atrevisani
Mensagens: 183
Registrado em: 13 Mai 2015, 09:48

6 é suficiente?

Mensagem por atrevisani »

Caros, eu participo do portal de perguntas http://www.quora.com (é o Yahoo respostas, mas que funciona mesmo =D). Lá tem diversas perguntas interessantes e respostas ótimas. Hoje vi uma pergunta se um revolver com 6 munições seria suficiente para legítima defesa.

Achei estas duas respostas sensacionais, e gostaria de compartilhar com todos para apreciação/crítica. Como são em inglês, eu dei uma traduzida aqui para facilitar a discussão:

Dan Rudman:
O argumento de “N munições deve ser o suficiente” é tipicamente (mas nem sempre) usado por pessoas que não estão familiarizadas com situações que requerem uma arma. Eles podem acreditar que:

1) Se você tem uma arma, você apenas aponta e atira no agressor que cai morto.
2) Todos os cenários que necessitam de uma arma envolvem apenas um agressor.
3) Uma ou duas balas é o suficiente para terminar um confronto.

Estas pessoas ignoram -- ou são ignorantes aos -- seguintes fatos:

a) Se você precisar descarregar sua arma para se proteger, você provavelmente estará recebendo uma carga de adrenalina e estará sobre forte pressão de espaço e tempo. Seu alvo estará se movendo, não parado como em um estande de tiro. Disparar uma arma precisamente nestas condições não é fácil como parece na TV ou nos filmes. De fato, é extremamente difícil e requer treinamento significativo.

b) Há mais lugares no corpo humano que podem ser atingidos sem que cesse a agressão do que pontos que cessam a agressão. Disparar um pequeno pedaço de metal nesses locais críticos para parar um agressor não é nem um pouco tão fácil como na TV.

c) Agressores que estão drogados são usualmente descritos como “super humanos” -- eles podem ser alvejados diversas vezes e continuam com o ataque.

d) A maioria dos assaltos e roubos envolvem mais de um agressor. Você precisa estar preparado para lidar com essa situação.

e) Como um defensor, você não gostaria de ter que trazer muitas cargas extra para recarregar. Você também pode não ter tempo suficiente para fazê-lo.

Então, em alguns casos um revolver 6 tiros será o suficiente. O problema é que você não terá como saber que situação irá encontrar.
James Ruthering
Seis tiros são o mínimo para fazer alguma coisa a alguém com o alguma de chance de sucesso. Não é o suficiente para defesa pessoal. Você quer o mínimo de motor no seu carro? O mínimo de notas na faculdade?

Nos anos 1800 as pessoas observaram em situações de guerra que comumente vários, vários disparos não paravam um agressor. Eles investigaram e desenvolveram o conceito de “poder de parada”. Determinaram que o tamanho da munição deveria ser maior e criaram o .45.

Além disso, eles descobriram que uma parada imediata apenas acontecia se você acertasse algum tecido neural. De outra forma haveria um período de tempo em que ocorreria sangramento e a agressão continuaria. A cabeça é um alvo bastante complicado -- fácil de errar. Então muitos preferem acertar a coluna vertebral, que fica no centro de massa.

Agora para acertar a coluna vertebral, você tem em média 2 centímetros no centro de um alvo que está vindo te atacar. Se você errar o alvo (incluindo a cabeça) ele chegará até você e irá te estripar como um peru. Ele se move malucamente e de forma não-previsível. Você está em sobrecarga de adrenalina, que é conhecia por inibir coordenação motora. Você provavelmente está tremendo. E você está mirando em um alvo de 2 centímetros. Além do mais, você pode não ter um ângulo adequado para esses 2 centímetros. Você então deve assumir que terá que disparar diversas vezes. Basicamente você irá descarregar sua arma no agressor, porquê você tem 20 ou 30% de chance por disparo de acertar um “disparo cessador de agressão”.

Agora vamos expandir isso para múltiplos agressores. Agora você está ferrado! Com apenas um agressor adicional é muito mais provável que ele chegará até você, mesmo que os dois sofram. Indo para a matemática, com 20% de acerto * 6 tiros você detém 1.2 agressores. Se você conseguir 30%, você detém 1.8 agressores. Mas você tem 2 agressores parar parar. Bem, você está ferrado. Com três atacantes, você mal e parcamente conseguirá desencorajá-los, já que você provavelmente irá incapacitar um deles.

E agora, se você tivesse algo como uma guerra civil? Nos anos 90, onde eu vivo (em Rodney King) tivemos desordem nas ruas. Apenas os asiáticos detentores de armas de grande calibre não tiveram seus negócios invadidos ou queimados até o chão, já que eles ficavam no telhado com suas armas de assalto. Ficariam eles felizes se tivessem apenas 6 cartuchos no tambor? Eu acho que não.

Quando falamos em defesa pessoa, não é racional pegar a solução mínima para defender sua preciosa vida.
Segue o link da pergunta original: http://www.quora.com/Why-should-a-6-rou ... lf-defense

E aí, o que vocês acham?

Abraço!
"Eu carrego uma arma pois eu não posso carregar um policial."

Avatar do usuário
Rock Shooter
Mensagens: 259
Registrado em: 07 Out 2013, 09:01
Localização: São Paulo

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Rock Shooter »

Foi extraordinária a exposição de fatos destes senhores. De forma bastante sucinta, eles expuseram várias das dificuldades que um atirador enfrenta quando está buscando salvar a própria vida.
Desse modo fica muito evidente a necessidade que um atirador tem de treinar sempre... e sempre!
ΜΟΛΩΝ ΛΑΒΕ - Venha e leve!!!

Imagem

Avatar do usuário
Luís Octavio
Mensagens: 33
Registrado em: 14 Abr 2015, 13:17

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Luís Octavio »

Muito boas respostas. Principalmente no Rio de Janeiro, a vagabundagem anda em bandos com no minimo 3. Pena que aqui neste país o máximo de munições em cada carregador É 19. :(

Avatar do usuário
AgenteLeal
Mensagens: 91
Registrado em: 28 Jun 2015, 23:54

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por AgenteLeal »

Mas na maioria das situações aqui no Brasil, muitos com pistolas só dispararam 3~7 tiros numa reação a um assalto. Então um revólver 7 tiros pequeno, seria uma ótima escolhe, além da confiabilidade!

variedades
Mensagens: 524
Registrado em: 11 Jan 2014, 18:11

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por variedades »

Para refletir: notar que a defesa armada não se presta para evitar o assalto em si, e sim para evitar de ser assassinado. Se for nítido de que o assalto terminará só com uma carteira roubada, ou outro bem material, em quase todas as oportunidades em que o bandido estiver já com a arma em punho o confronto armado aumenta o risco de ser alvejado, e não o diminui. Todos devem pensar no seguinte: se o cara está armado, já com a arma apontada, o tempo de reação armada será SEMPRE maior do que o tempo de disparo, então não entregar o carro para receber o seguro, por exemplo, significa aumentar o risco de ser alvejado sem nenhum benefício imediato. Porque, acredite, quando se saca uma arma contra um inimigo armado ele FATALMENTE irá atirar contra você. Não estou aqui dando lição para ninguém, cada um sabe o que faz com sua vida, e não estou também incentivando ou desincentivando a reação armada. Somente alerto que todos devem possuir um plano mental de QUANDO usar a arma, para não haver dúvidas de quando seria sábio a usar. E sempre ter em mente que o objetivo PRIMEIRO é sobreviver, e somente após este estar assegurado com razoável certeza tentar proteger patrimônio. Nunca deve-se aumentar o risco de vida entrando em um confronto armado, duelando com bandidos, para proteger um bem de custo irrelevante, como R$ 100.00. Sei que aqui, por questão de princípios, muitos irão tecer longos textos me excomungando. Entendo, mas reafirmo: a vida vale mais, primeiro ela, depois o resto. Tenham isso em mente. A defesa do homem inteligente é saber quando usar a arma, e não em duelar por qualquer trocado.

Avatar do usuário
atrevisani
Mensagens: 183
Registrado em: 13 Mai 2015, 09:48

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por atrevisani »

Concordo com você variedades.

Inclusive esta é uma preocupação que eu acredito que quem tem porte de arma deve ter. Pois se um bandido souber que você está armado irá atirar de imediato.

Em alguns casos o bandido inclusive rende o cidadão, que não pode reagir pois não terá tempo de sacar sua arma e em seguida faz uma "revista" e ao encontrar a arma pode inclusive atirar no cidadão em retaliação. Ou seja, em alguns casos é até mais perigoso sair armado.

Por isso quem tem porte de arma deve estar sempre em alerta máximo, para não ser pego desprevenido, o que convenhamos, é bem complicado.
"Eu carrego uma arma pois eu não posso carregar um policial."

Avatar do usuário
Luís Octavio
Mensagens: 33
Registrado em: 14 Abr 2015, 13:17

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Luís Octavio »

Infelizmente quem estiver armado e não reagir vai ser executado. Assista a qualquer vídeo atual de assaltos no Brasil e verá que os vagabundos sempre revistam a vitima para ver se a mesma está armado. Vivemos uma guerra hoje no RJ. Ou você se previne e evita o contato, ou prepare-se pra lutar pela vida.

Estou deixando um vídeo de um guerreiro que se antecipou e venceu.

https://www.youtube.com/watch?v=tEg86Sm3Pss

Avatar do usuário
AgenteLeal
Mensagens: 91
Registrado em: 28 Jun 2015, 23:54

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por AgenteLeal »

Luís Octavio escreveu:Infelizmente quem estiver armado e não reagir vai ser executado. Assista a qualquer vídeo atual de assaltos no Brasil e verá que os vagabundos sempre revistam a vitima para ver se a mesma está armado. Vivemos uma guerra hoje no RJ. Ou você se previne e evita o contato, ou prepare-se pra lutar pela vida.

Estou deixando um vídeo de um guerreiro que se antecipou e venceu.

https://www.youtube.com/watch?v=tEg86Sm3Pss
Nesse video em questão qual a arma e calibre do policial, e ele efetuou de 7 a 8 disparos, mesmo tento bastante munições devido a ele estar usando uma pistola!

Avatar do usuário
Luís Octavio
Mensagens: 33
Registrado em: 14 Abr 2015, 13:17

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Luís Octavio »

AgenteLeal escreveu:
Luís Octavio escreveu:Infelizmente quem estiver armado e não reagir vai ser executado. Assista a qualquer vídeo atual de assaltos no Brasil e verá que os vagabundos sempre revistam a vitima para ver se a mesma está armado. Vivemos uma guerra hoje no RJ. Ou você se previne e evita o contato, ou prepare-se pra lutar pela vida.

Estou deixando um vídeo de um guerreiro que se antecipou e venceu.

https://www.youtube.com/watch?v=tEg86Sm3Pss
Nesse video em questão qual a arma e calibre do policial, e ele efetuou de 7 a 8 disparos, mesmo tento bastante munições devido a ele estar usando uma pistola!
Infelizmente não sei qual era a arma que eles estava usando no momento. Só sei que ele É cabo da PMERJ.

Defcon4
Mensagens: 6
Registrado em: 28 Mar 2016, 22:13

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Defcon4 »

A realidade é que o ED desarmou o cidadão e armou o vagabundo, se vc porta uma arma se o porte ta passivo de se fuder na cadeia, quanto ao questionamento se seis são o suficiente.... certa vez atropelei um bêbado que entrou na frende de meu carro quando eu ia passando... os cachaceiros que estavam com ele quiseram tomar a razão e vieram me agredir... saquei meu 38 5 tiros,... um gritou.. ah pessoal ele só tem 6 balas.. a munição vai acabar... eu respondi alto e em bom tom.. pode até acabar mas vc não vai ver acabar.... nessa hora não ficou um....

Avatar do usuário
Sr. Fórum
Mensagens: 4
Registrado em: 08 Set 2016, 18:19

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Sr. Fórum »

Sobre a questão do poder de parada de cada calibre... quanto menor o calibre, mais munição necessária, certo? Se você tem dois alvos, e está com uma .45, é uma coisa... se no mesmo cenário estiver com uma .22, acredito que seria interessante ter o que, o dobro ou triplo, de munição para conseguir o mesmo stop power?

GlauberFC
Mensagens: 10
Registrado em: 03 Set 2016, 08:03
Localização: São Carlos SP
Contato:

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por GlauberFC »

Cumpro a lei como cidadão. Porém até onde a lei me protege?
O Estado não tem capacidade de cuidar de todos os cidadãos. Portanto vou repetir uma frase que coloquei em outro tópico.
Prefiro ser julgado por sete pessoas. Do que ser carregado por seis!

Morcegolino
Mensagens: 124
Registrado em: 15 Jun 2017, 20:04

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Morcegolino »

É impressionante como nesse assunto - defesa pessoal com armas de fogo - existem opiniões controversas e radicalmente opostas, todas pecando pela excesso de preciosismo. Em teoria, somente com uma submetralhadora conseguiríamos uma defesa efetiva pois teríamos o poder de fogo de 40 cartuchos aliado ao poder de parada do calibre .45 ACP por exemplo.

Esses artigos escritos por "especialistas" quase sempre levam em consideração que o atirador é medroso (treme na hora do confronto) e cego como peixe abissal (não acerta um tiro). Na prática as coisas não funcionam assim.

Um atirador experiente pode neutralizar facilmente 2 agressores com um revólver calibre .38 SPL com 3" ou mais polegadas de cano, bastando para isso reagir de forma violenta e se barricando (carro, poste, muro, etc) se possível. Obviamente o apoio de 2 speed loaders se faz obrigatório. Essa reação agressiva deve desconsiderar poupar a munição nos 6 primeiros disparos desde que sejam feitos de forma consciente estando os alvos em condições mínimas de serem alvejados, preferencialmente na cabeça, dorso, peito e abdome, nessa ordem de preferência uma vez que o agressor pode estar vestindo um colete balístico de forma dissimulada, o que inviabilizaria os disparos na região do tronco.

Por isso disparos na região da virilha são importantes, visando a seccionar a veia ou artéria femural, com o óbito ocorrendo poucos minutos após a lesão, entretanto forçoso reconhecer que o calibre .38 SPL não se mostra adequado para infligir tais ferimentos com sucesso, no que os calibres .357 Magnum, 9mm e .45 ACP são indicados, infelizmente não estando ao alcance da maioria dos atiradores civis no Brasil.

A visão de um agressor nos estertores da morte, todos aqueles espasmos juntamente com o sangue se esvaindo em jatos e esguichos da garganta ou da cabeça do alvo é uma cena linda que, se desejada e buscada por quem se encontra em legítima defesa, deve servir de estímulo extra na tentativa de neutralização do atacante.

Não se deixem enganar por estatísticas ultrapassadas de pessoas que precisam disparar dez vezes para acertar apenas um projétil. Ninguém está 100% seguro, vejam o que aconteceu com o então presidente Reagan, John Hinckley o alvejou e a outros da comitiva presidencial com um revólver calibre 22 LR! O cara atirou no presidente dos EUA, ignorando os agentes do serviço secreto, com um revolver vagabundo no calibre .22!!! :lol: :lol: :lol:

O fator surpresa ainda é decisivo no sucesso do agressor. Não existe 100% de segurança.

O que acontece é que o treino exaustivo do saque rápido de porte dissimulado, do tiro e do remuniciamento é que fazem a diferença entre a vida e a morte.

Portanto, amigos, não acreditem em tudo que lhes é dito no sentido de diminuir a importância dos revólveres diante das pistolas e também de certos calibres para a defesa, por que é preferível colocar um projétil de 22 LR na cabeça do agressor do que mandar o ventinho de uma 9mm nele, principalmente se o agressor estiver armado, atirando de volta. Um defunto alvejado por um 22 LR é tão defunto quanto aquele alvejado por um 500 S&W Magnum. :mrgreen:

Erick Tamberg
Mensagens: 655
Registrado em: 09 Jun 2016, 13:50

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Erick Tamberg »

Morcegolino escreveu:É impressionante como nesse assunto - defesa pessoal com armas de fogo - existem opiniões controversas e radicalmente opostas, todas pecando pela excesso de preciosismo. Em teoria, somente com uma submetralhadora conseguiríamos uma defesa efetiva pois teríamos o poder de fogo de 40 cartuchos aliado ao poder de parada do calibre .45 ACP por exemplo.
Já li em algum lugar que a submetralhadora é a arma de fogo mais ineficiente que existe, considerando a quantidade de cartuchos utilizados para neutralizar um alvo.
Esses artigos escritos por "especialistas" quase sempre levam em consideração que o atirador é medroso (treme na hora do confronto) e cego como peixe abissal (não acerta um tiro). Na prática as coisas não funcionam assim.
O que é pior: muitos pensam na alta capacidade como forma de compensar a falta de treinamento!
Um atirador experiente pode neutralizar facilmente 2 agressores com um revólver calibre .38 SPL com 3" ou mais polegadas de cano, bastando para isso reagir de forma violenta e se barricando (carro, poste, muro, etc) se possível. Obviamente o apoio de 2 speed loaders se faz obrigatório. Essa reação agressiva deve desconsiderar poupar a munição nos 6 primeiros disparos desde que sejam feitos de forma consciente estando os alvos em condições mínimas de serem alvejados, preferencialmente na cabeça, dorso, peito e abdome, nessa ordem de preferência uma vez que o agressor pode estar vestindo um colete balístico de forma dissimulada, o que inviabilizaria os disparos na região do tronco.
Há N fatores. Cada pessoa pode ser atacada por motivos e formas diferentes. Muitos policiais morrem na folga porque o treinamento visa situações de serviço.
Por isso disparos na região da virilha são importantes, visando a seccionar a veia ou artéria femural, com o óbito ocorrendo poucos minutos após a lesão, entretanto forçoso reconhecer que o calibre .38 SPL não se mostra adequado para infligir tais ferimentos com sucesso, no que os calibres .357 Magnum, 9mm e .45 ACP são indicados, infelizmente não estando ao alcance da maioria dos atiradores civis no Brasil.
Eu já caí nessa conversa do tiro pélvico. Um tiro de .40 S&W (projétil FMJ 180 grains), saído de uma submetralhadora Taurus-FAMAE, acertou o sujeito na nádega e saiu na virilha. O projétil passou pela abertura do osso pélvico. Não quebrou nada e nem atingiu vasos ou órgãos importantes. O infeliz continuou correndo...
Portanto, amigos, não acreditem em tudo que lhes é dito no sentido de diminuir a importância dos revólveres diante das pistolas e também de certos calibres para a defesa, por que é preferível colocar um projétil de 22 LR na cabeça do agressor do que mandar o ventinho de uma 9mm nele, principalmente se o agressor estiver armado, atirando de volta. Um defunto alvejado por um 22 LR é tão defunto quanto aquele alvejado por um 500 S&W Magnum. :mrgreen:
Fato.

Morcegolino
Mensagens: 124
Registrado em: 15 Jun 2017, 20:04

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Morcegolino »

Já li em algum lugar que a submetralhadora é a arma de fogo mais ineficiente que existe, considerando a quantidade de cartuchos utilizados para neutralizar um alvo.
Contra automóveis sem blindagem e contra alvos diversos em ambientes fechados não tem coisa melhor. São controláveis no calibre 9mm e ainda fazem parte do arsenal da maioria dos comandos de elite do mundo, senão todos, dentre eles o GSG9 que utiliza as HK MP-5.

Erick Tamberg
Mensagens: 655
Registrado em: 09 Jun 2016, 13:50

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Erick Tamberg »

Morcegolino escreveu:
Já li em algum lugar que a submetralhadora é a arma de fogo mais ineficiente que existe, considerando a quantidade de cartuchos utilizados para neutralizar um alvo.
Contra automóveis sem blindagem e contra alvos diversos em ambientes fechados não tem coisa melhor. São controláveis no calibre 9mm e ainda fazem parte do arsenal da maioria dos comandos de elite do mundo, senão todos, dentre eles o GSG9 que utiliza as HK MP-5.
Sim, concordo. Quando me refiro à eficiência, é em relação ao número de cartuchos utilizados por alvo neutralizado. Não significa que seja uma ferramenta inútil.

Morcegolino
Mensagens: 124
Registrado em: 15 Jun 2017, 20:04

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Morcegolino »

atrevisani escreveu:Caros, eu participo do portal de perguntas http://www.quora.com (é o Yahoo respostas, mas que funciona mesmo =D). Lá tem diversas perguntas interessantes e respostas ótimas. Hoje vi uma pergunta se um revolver com 6 munições seria suficiente para legítima defesa.

Achei estas duas respostas sensacionais, e gostaria de compartilhar com todos para apreciação/crítica. Como são em inglês, eu dei uma traduzida aqui para facilitar a discussão:

Dan Rudman:
O argumento de “N munições deve ser o suficiente” é tipicamente (mas nem sempre) usado por pessoas que não estão familiarizadas com situações que requerem uma arma. Eles podem acreditar que:

1) Se você tem uma arma, você apenas aponta e atira no agressor que cai morto.
2) Todos os cenários que necessitam de uma arma envolvem apenas um agressor.
3) Uma ou duas balas é o suficiente para terminar um confronto.

Estas pessoas ignoram -- ou são ignorantes aos -- seguintes fatos:

a) Se você precisar descarregar sua arma para se proteger, você provavelmente estará recebendo uma carga de adrenalina e estará sobre forte pressão de espaço e tempo. Seu alvo estará se movendo, não parado como em um estande de tiro. Disparar uma arma precisamente nestas condições não é fácil como parece na TV ou nos filmes. De fato, é extremamente difícil e requer treinamento significativo.

b) Há mais lugares no corpo humano que podem ser atingidos sem que cesse a agressão do que pontos que cessam a agressão. Disparar um pequeno pedaço de metal nesses locais críticos para parar um agressor não é nem um pouco tão fácil como na TV.

c) Agressores que estão drogados são usualmente descritos como “super humanos” -- eles podem ser alvejados diversas vezes e continuam com o ataque.

d) A maioria dos assaltos e roubos envolvem mais de um agressor. Você precisa estar preparado para lidar com essa situação.

e) Como um defensor, você não gostaria de ter que trazer muitas cargas extra para recarregar. Você também pode não ter tempo suficiente para fazê-lo.

Então, em alguns casos um revolver 6 tiros será o suficiente. O problema é que você não terá como saber que situação irá encontrar.
James Ruthering
Seis tiros são o mínimo para fazer alguma coisa a alguém com o alguma de chance de sucesso. Não é o suficiente para defesa pessoal. Você quer o mínimo de motor no seu carro? O mínimo de notas na faculdade?

Nos anos 1800 as pessoas observaram em situações de guerra que comumente vários, vários disparos não paravam um agressor. Eles investigaram e desenvolveram o conceito de “poder de parada”. Determinaram que o tamanho da munição deveria ser maior e criaram o .45.

Além disso, eles descobriram que uma parada imediata apenas acontecia se você acertasse algum tecido neural. De outra forma haveria um período de tempo em que ocorreria sangramento e a agressão continuaria. A cabeça é um alvo bastante complicado -- fácil de errar. Então muitos preferem acertar a coluna vertebral, que fica no centro de massa.

Agora para acertar a coluna vertebral, você tem em média 2 centímetros no centro de um alvo que está vindo te atacar. Se você errar o alvo (incluindo a cabeça) ele chegará até você e irá te estripar como um peru. Ele se move malucamente e de forma não-previsível. Você está em sobrecarga de adrenalina, que é conhecia por inibir coordenação motora. Você provavelmente está tremendo. E você está mirando em um alvo de 2 centímetros. Além do mais, você pode não ter um ângulo adequado para esses 2 centímetros. Você então deve assumir que terá que disparar diversas vezes. Basicamente você irá descarregar sua arma no agressor, porquê você tem 20 ou 30% de chance por disparo de acertar um “disparo cessador de agressão”.

Agora vamos expandir isso para múltiplos agressores. Agora você está ferrado! Com apenas um agressor adicional é muito mais provável que ele chegará até você, mesmo que os dois sofram. Indo para a matemática, com 20% de acerto * 6 tiros você detém 1.2 agressores. Se você conseguir 30%, você detém 1.8 agressores. Mas você tem 2 agressores parar parar. Bem, você está ferrado. Com três atacantes, você mal e parcamente conseguirá desencorajá-los, já que você provavelmente irá incapacitar um deles.

E agora, se você tivesse algo como uma guerra civil? Nos anos 90, onde eu vivo (em Rodney King) tivemos desordem nas ruas. Apenas os asiáticos detentores de armas de grande calibre não tiveram seus negócios invadidos ou queimados até o chão, já que eles ficavam no telhado com suas armas de assalto. Ficariam eles felizes se tivessem apenas 6 cartuchos no tambor? Eu acho que não.

Quando falamos em defesa pessoa, não é racional pegar a solução mínima para defender sua preciosa vida.
Segue o link da pergunta original: http://www.quora.com/Why-should-a-6-rou ... lf-defense

E aí, o que vocês acham?

Abraço!
O que eu acho? Com o devido respeito, eu nunca li bobagens tão grandes quanto essas ditas pelos Srs. Rudman e Ruthering. Esses dois patetas partem da presunção de que os agressores são abobalhados e que, sendo múltiplos, TODOS serão alvejados, cada um no seu devido momento, como patos num stand de tiro. :lol:

Pode ser que a bandidagem nos EUA atire como o Stevie Wonder - provavelmente não em virtude do preço da munição e da facilidade de adquirir armas modernas - mas não é razoável supor que, tal qual nos filmes western-spaghetti dos anos 60, o mocinho acerta tudo e os bandidos não acertam nada.

Eu me recordo do problema do caso Rodney King, quando proprietários de lojas de armas subiram até o telhado das lojas e com fuzis de assalto repeliram tentativas de invasão dos estabelecimentos. Atiraram com M-16 ou AR-15, uma coisa assim.

Entretanto, verdade seja dita: se os proprietários de lojas estivessem portando revólveres com comprimento de cano igual ou superior a 6" nos calibres .44 Magnum, .357 Magnum e 500 SW juntamente com farta munição - estavam numa loja de armas, lembram-se? - o resultado seria o mesmo.

Mudando um pouco de assunto, para a defesa pessoal o que importa mesmo é o fator surpresa. Outro dia eu até mencionei esse fato. John Hinckley Jr. baleou o então presidente Ronald Reagan com um revólver vagabundo no calibre .22 LR. Não é o calibre que é vagabundo, é o revólver mesmo, uma porcaria que custa hoje 40 dólares e que foi proibido de ser vendido por lá por inseguro, é importado, esqueci a marca. Ele disparou 6 vezes e acertou 4 pessoas, incluindo o presidente, sendo 1 policial e 1 agente do serviço secreto. O cara era foda? Não, apenas e tão somente aproveitou o fator surpresa em seu favor e sentou o dedo!

Tiroteio não é matemática. Não se trata de ter 18 + 1 e mais 3 carregadores de 18 na mochila. Trata-se de saber o que fazer quando acontecer, mais importante do que atirar pra todo lado é saber se barricar, pois quem está dando cobertura para o alvo principal pode neutralizar facilmente aquele que reaje a uma agressão injusta, muitas vezes estando atrás de quem reaje, ou seja, fora de seu campo de visão. Isso acontece toda hora, fato.

Quem em sã consciência pode se considerar indefeso com um Colt Python de 4" e mais uns 4 speed loaders? Sem a munição CBC, lógico... :mrgreen:

Agora, fica difícil levar a sério um texto onde o autor diz que acertar a cabeça é difícil e que devemos tentar acertar a coluna vertebral e bla bla bla... :x

Amigos: sem colete balístico, se alguém colocar no osso esterno - peito - 2 projéteis de munição Gold de um mero .38 SPL sendo disparado a menos de 25 mts de distância, podem aparecer estatísticas e o caralho, quem levar os tiros vai pedir água na hora e as chances de evolução para óbito em 10 minutos são imensas. :cry:

Erick Tamberg
Mensagens: 655
Registrado em: 09 Jun 2016, 13:50

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Erick Tamberg »

John Hinckley (assim como Sirhan Sirhan contra Roberto Kennedy) não usou um revólver importado: usou um Iver Johnson bem americano.

Erick Tamberg
Mensagens: 655
Registrado em: 09 Jun 2016, 13:50

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Erick Tamberg »

Aqui no DHPP, uma das coisas que mais fazemos é lidar com mortes de policiais.

Como é sabido, a maioria morre na folga, e não em serviço.

Já vi muitos colegas morrerem porque sua pistola apresentou pane (normalmente, logo após o primeiro tiro). Pela insuficiência dos 6 tiros de um revólver, só me lembro do caso do Dr. Luciano Heitor Beiguelman. Armado com um revólver .357 Magnum, enfrentou sozinho 4 ladrões fortemente armados. Foi atingido com uma rajada de Ingram após descarregar o revólver. Porém, pela desvantagem numérica, nada indica que ele ainda estaria vivo se tivesse uma pistola.

Também nunca vi ninguém recarregar a arma em uma situação de reação.

Erick Tamberg
Mensagens: 655
Registrado em: 09 Jun 2016, 13:50

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Erick Tamberg »

Quanto à questão do saque rápido: pelo que eu vejo, ela parece não ser tão importante assim. O que é mais importante é o saque antecipado. Sacar sob a mira do adversário é pedir para morrer.

Leandro Bulldog
Mensagens: 181
Registrado em: 03 Out 2013, 15:26

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Leandro Bulldog »

Erick Tamberg escreveu:Quanto à questão do saque rápido: pelo que eu vejo, ela parece não ser tão importante assim. O que é mais importante é o saque antecipado. Sacar sob a mira do adversário é pedir para morrer.
Entendi diferente...

O colega mais acima citou saque rápido no sentido da importância de treinar saque, o que é fundamental para uma efetiva reação...

Não existe "saque antecipado", o importante é você estar condicionado sempre alerta e "treinado" para melhor resposta à diversas situações!

Do que adianta você perceber a situação de risco e antecipar sua reação, mas sacar mal, demoradamente, ou empunhar errado, errar o disparo, gatilhar...

Att.

moliternoga
Mensagens: 807
Registrado em: 24 Out 2015, 21:14

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por moliternoga »

Acredito que o que o Erick quis dizer com saque antecipado é que por mais que seja rápido no saque se deixar pra sacar na hora que foi "rendido" bem provável que sairá na pior, que o ideal é justamente estar atento e sacar sua arma antes de oponente se aproximar, ou seja, já estar com a arma em mãos. Não que não se deva treinar o saque, realmente a memória muscular é importante mas dificilmente, pra não dizer nunca, alguém consiga sacar mais rápido que o oponente apenas ter de puxar o gatilho.

Erick Tamberg
Mensagens: 655
Registrado em: 09 Jun 2016, 13:50

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Erick Tamberg »

moliternoga escreveu:Acredito que o que o Erick quis dizer com saque antecipado é que por mais que seja rápido no saque se deixar pra sacar na hora que foi "rendido" bem provável que sairá na pior, que o ideal é justamente estar atento e sacar sua arma antes de oponente se aproximar, ou seja, já estar com a arma em mãos. Não que não se deva treinar o saque, realmente a memória muscular é importante mas dificilmente, pra não dizer nunca, alguém consiga sacar mais rápido que o oponente apenas ter de puxar o gatilho.
Exato!

Leandro Bulldog
Mensagens: 181
Registrado em: 03 Out 2013, 15:26

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Leandro Bulldog »

Erick Tamberg escreveu:
moliternoga escreveu:Acredito que o que o Erick quis dizer com saque antecipado é que por mais que seja rápido no saque se deixar pra sacar na hora que foi "rendido" bem provável que sairá na pior...
Nem cogitei essa situação, acredito que o colega Morcegolino também não!

Gostaria de saber se alguém treina saque rápido para reação depois de estar "rendido", sob a mira de uma arma?????


Att.

Avatar do usuário
Raziel
Mensagens: 516
Registrado em: 14 Dez 2015, 09:47
Localização: Rio de Janeiro

Re: 6 é suficiente?

Mensagem por Raziel »

Leandro Bulldog escreveu:
Erick Tamberg escreveu:
moliternoga escreveu:Acredito que o que o Erick quis dizer com saque antecipado é que por mais que seja rápido no saque se deixar pra sacar na hora que foi "rendido" bem provável que sairá na pior...
Nem cogitei essa situação, acredito que o colega Morcegolino também não!

Gostaria de saber se alguém treina saque rápido para reação depois de estar "rendido", sob a mira de uma arma?????


Att.
É uma situação a se pensar, por exemplo, o bandido te rende e vem em sua direção com a arma apontada para te revistar, você está com a arma na cintura e/ou a funcional no bolso e sabe que quando ele chegar em você vai disparar assim que te identificar, então a única opção é dar uma pirueta e sacar a arma
"O latido dos cães não altera o curso das nuvens."

Responder