Defesa Pessoal - Qual arte marcial?

Re: Defesa Pessoal - Qual arte marcial?

Mensagempor aniceto » 12/09/2017 16:44

No tema do tópico, uma opção que aparenta ser interessante como arte voltada a defesa pessoal é o Kombato.

Um vídeo de exame de faixa:
https://youtu.be/lGCelKL28A8?t=23

Em todos os vídeos e leituras da arte sempre vejo darem importância ao condicionamento físico (como diria um professor de Jiu Jitsu amigo meu, "ele é monstro, quem tem que treinar somos nós"), darem importância ao treinamento em todos os aspectos da luta de trocação, wrestling, luta de solo e luta com armas brancas. Treinam como desarmar um inimigo com arma de fogo, e inclusive treinam quando não há a menor possibilidade de fazer isso com sucesso. E o mais importante, o foco é na avaliação da situação, para sempre estar a um passo antes do problema. Que é aquilo que é o mais importante no final das contas.

Já assisti a umas aulas de Krav-Magá no qual a maioria dos praticantes estava visivelmente fora de forma, no qual se utilizava clichês de filme como desarmes contra faca que se baseavam em coreografia, uso incorreto de técnicas de solo. Nunca vi um sparring, nunca vi uma luta treino, nunca vi um treino full-contact de fato... Qualquer vídeo do Krav Magá para forças militares sempre se vê isso, pois é uma parte fundamental de qualquer treino sério.

Qualquer arte que seja "letal" de mais pra ser treinada full-contact provavelmente é letal para o próprio cara que usa. Um cara maloqueiro que só sabe dar um tipo de soco moeria qualquer cara que sabe como quebrar um dedo em 10 formas diferentes mas que não consegue segurar esse dedo no meio da porrada franca.
A falta de um conhecimento mínimo de história e o apoio ao desarmamento andam lado a lado.
aniceto
 
Mensagens: 192
Registrado em: 20/02/2016 21:51

Re: Defesa Pessoal - Qual arte marcial?

Mensagempor Erick Tamberg » 14/09/2017 10:27

aniceto escreveu:Uma excelente estratégia. Já escutei de uns policiais comentários sobre questionamentos absurdos da promotoria, como por qual motivo o policial atirou no peito, e não contra a perna, do indivíduo que vinha contra ele com uma faca na mão...

Em um país onde a lógica do capa-preta não é necessariamente o que a realidade impõe, qualquer documento oficial é bom ter por questão de defesa. O advogado que te defenderia não necessariamente tem acesso a esse material, ou sabe que existe.


O questionamento sobre o "tiro na perna", muitas vezes, é culpa das próprias Instituições policiais. Ou, melhor dizendo, da orientação dos advogados de defesa dos policiais.

De fato, há muitos casos onde o policial, POR GATILHADA ou ANTECIPAÇÃO DE RECUO, alveja o oponente na perna. Porém, na apuração, alega que atirou na perna intencionalmente, visando "minimizar os riscos". Como diria Goebbels, é uma mentira repetida mil vezes que torna-se verdade.

Em países civilizados, o policial passa, no seu curso de formação, por audiências simuladas, tal qual se faz nas faculdades de Direito. Isso faz muita falta por aqui.

Quando eu estava na faculdade, houve um julgamento simulado, onde o autor, alegando legítima defesa, alvejou o oponente na perna. E o colega que fazia o papel de advogado de defesa adotou essa manjada linha de defesa. Eu, que fazia o papel de promotor, desmontei a tese de defesa com uma única pergunta: "Se o réu temia por sua vida, como teve raciocínio e sangue frio para, deliberadamente, visar e atingir um alvo menor?"
Erick Tamberg
 
Mensagens: 229
Registrado em: 09/06/2016 13:50

Anterior

Voltar para Defesa Pessoal e Artes Marciais

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante