Estoque de comida

Avatar do usuário
Lucas Silveira
Mensagens: 55
Registrado em: 01 Out 2013, 09:55
Localização: Curitiba/PR
Contato:

Estoque de comida

Mensagem por Lucas Silveira »

Estou procurando uma metodologia para estocar grandes quantidades de comida.

infelizmente tudo parece demandar um controle muito cuidadoso do fluxo para evitar desperdicios por perecimento. Alguém tem alguma estratégia que queira compartilhar?
_________________________________
UNIDOS SOMOS INVENCÍVEIS

Lucas Silveira
Instituto DEFESA
www.defesa.org
Fone: (41) 3209-2897
Fax: (41) 3209-2895
Cel & Whatsapp: (41) 9637-5073

Avatar do usuário
Rock Shooter
Mensagens: 259
Registrado em: 07 Out 2013, 09:01
Localização: São Paulo

Re: Estoque de comida

Mensagem por Rock Shooter »

Antes de qualquer coisa, para aqueles que pensam "pra quê guardar tanta comida que demande cuidado com o fluxo para evitar perecimento", para a pessoa que pensar isso, vale observar que nem todos possuem emprego fixo/eterno e para quem é servidor público e não se preocupa com desemprego lembro que existem as crises econômicas além das catástrofes naturais (lembrem do atual furacão nas Filipinas), sem contar nas greves de caminhoneiros ou enchentes que podem destruir as estradas ou pontes que abastecem a sua cidade... Enfim o abastecimento do seu mercado favorito (ou da sua cidade inteira) pode ser comprometido por um motivo qualquer e você pode ser levado a procurar comida fora de sua cidade (ou região) ou pior, não ter onde procurar sua comida, surge disso o evidente motivo para se ter alguma comida estocada.

Respondendo ao Lucas,
a melhor forma de controlar o fluxo para evitar desperdícios é estocando alimentos com validade prolongada (de 1 a 2 anos de validade), o incoveniente dos alimentos com validade prolongada "de fábrica" são os conservantes químicos. Uma solução é você mesmo fazer a conservação dos seus alimentos usando métodos sem adição de química, usando apenas produtos naturais facilmente encontrados nos mercados, além de serem atóxicos o resultado final é muito mais barato que comprar algo fabricado.

Já li vários sites tentando explicar a "melhor" método de se estocar e conservar alimentos, muitos deles esbarram em alguma coisa que o torna limitado ou pouco informativo, até que um dia encontrei o link abaixo que foi feito por uma faculdade de nutrição. Nele estão vários métodos de armazenamento e conservação que prolongam a validade dos alimentos e ensinam "quais" alimentos podem ser preservados por longas datas, onde alguns que tem validade de 6 meses podem ser preservados por 2 a 4 anos, sem qualquer tipo conservante químico, usando apenas condimentos e especiarias (pimenta do reino, alho, sal... etc).

Quando você tem alimentos preservados por um período superior a 1 anos, sobra tempo para organizar o seu consumo, organizando por data de perecimento.

Eis o link:
http://www.ebah.com.br/content/ABAAAA8B ... -alimentos

A página do link acima leva até um artigo que possui um total de 10 páginas.
Os assuntos abordados são:
- processo de armazenamento de cereais e graos;
- armazenamento de grãos com: pimenta-do-reino; alho; óleo; à vácuo; com gelo seco;
- armazenamento de farináceos: com cravo da índia; com folha de louro;
- armazenamento de macarrão;
- armazenamento em bolsas de alumínio; como selar estas embalagens;
- armazenamento de água;
- armazenamento de ovos;
- conservando carnes que pode durar até 4 anos (fora da geladeira);
- como conservar alimentos em vidros (vegetais e carnes);
- conservando frutas;
- confecção e conservação de vários tipos de molhos;
- e muito mais sugestões e possibilidades de se conservar comida...

Também existem sites de "sobrevivencialismo" que ajudam a ter uma visão bem maior sobre armazenagem de alimentos e vários motivos plausíveis para se estocar alimentos. Apenas observo que os artigos dos sobrevivencialistas levam a situação ao extremo, incluindo a hipótese de haver um desabastecimento que dure não somente alguns dias ou semanas, mas podendo chegar a meses ou anos, portanto não se assuste com as proposições deles, pois são extremamente relevantes para esse assunto:
http://sobrevivencialismo.com/2011/06/1 ... eneficios/
http://sobrevivencialismo.com/2011/04/0 ... m-estoque/
http://sobrevivencialismo.com/2011/04/1 ... -evitados/
http://sobrevivencialismourbano.blogspo ... car-e.html


Espero ter ajudado!!!
.
ΜΟΛΩΝ ΛΑΒΕ - Venha e leve!!!

Imagem

Antonio Peccini
Mensagens: 11
Registrado em: 21 Out 2013, 12:11

Re: Estoque de comida

Mensagem por Antonio Peccini »

Minha opinião é que estoque de comida, assim como sobrevivencialismo, primeiro precisa se entender o conceito e depois adaptar a realidade da pessoa. Vários fatores podem atrapalhar ou beneficiar uma estocagem de comida assim como armas. Para se fazer a conservação de alimentos, a pessoa teria que ter tempo e espaço mas quem trabalha (sem tempo) e não tem vocação para cozinha, isso já se tornaria um estorvo. Enlatados são a opção para médio prazo pois também existe a questão "tipo de ameaça".

Acredito que enlatados são uma opção mais prática e que exija menos tempo, além de se poder transportar, usar a lata para esquentar e depois de utilizada ferver água ou servir como lamparina. O importante é ter a mente aberta para a adaptação necessário ao seu estilo de vida e ao acontecimento.

forcasarmadasnews
Mensagens: 5
Registrado em: 17 Nov 2016, 20:09
Localização: Rio de Janeiro - Brazil
Contato:

Re: Estoque de comida

Mensagem por forcasarmadasnews »

Rock Shooter escreveu:Antes de qualquer coisa, para aqueles que pensam "pra quê guardar tanta comida que demande cuidado com o fluxo para evitar perecimento", para a pessoa que pensar isso, vale observar que nem todos possuem emprego fixo/eterno e para quem é servidor público e não se preocupa com desemprego lembro que existem as crises econômicas além das catástrofes naturais (lembrem do atual furacão nas Filipinas), sem contar nas greves de caminhoneiros ou enchentes que podem destruir as estradas ou pontes que abastecem a sua cidade... Enfim o abastecimento do seu mercado favorito (ou da sua cidade inteira) pode ser comprometido por um motivo qualquer e você pode ser levado a procurar comida fora de sua cidade (ou região) ou pior, não ter onde procurar sua comida, surge disso o evidente motivo para se ter alguma comida estocada.

Respondendo ao Lucas,
a melhor forma de controlar o fluxo para evitar desperdícios é estocando alimentos com validade prolongada (de 1 a 2 anos de validade), o incoveniente dos alimentos com validade prolongada "de fábrica" são os conservantes químicos. Uma solução é você mesmo fazer a conservação dos seus alimentos usando métodos sem adição de química, usando apenas produtos naturais facilmente encontrados nos mercados, além de serem atóxicos o resultado final é muito mais barato que comprar algo fabricado.

Já li vários sites tentando explicar a "melhor" método de se estocar e conservar alimentos, muitos deles esbarram em alguma coisa que o torna limitado ou pouco informativo, até que um dia encontrei o link abaixo que foi feito por uma faculdade de nutrição. Nele estão vários métodos de armazenamento e conservação que prolongam a validade dos alimentos e ensinam "quais" alimentos podem ser preservados por longas datas, onde alguns que tem validade de 6 meses podem ser preservados por 2 a 4 anos, sem qualquer tipo conservante químico, usando apenas condimentos e especiarias (pimenta do reino, alho, sal... etc).

Quando você tem alimentos preservados por um período superior a 1 anos, sobra tempo para organizar o seu consumo, organizando por data de perecimento.

Eis o link:
http://www.ebah.com.br/content/ABAAAA8B ... -alimentos

A página do link acima leva até um artigo que possui um total de 10 páginas.
Os assuntos abordados são:
- processo de armazenamento de cereais e graos;
- armazenamento de grãos com: pimenta-do-reino; alho; óleo; à vácuo; com gelo seco;
- armazenamento de farináceos: com cravo da índia; com folha de louro;
- armazenamento de macarrão;
- armazenamento em bolsas de alumínio; como selar estas embalagens;
- armazenamento de água;
- armazenamento de ovos;
- conservando carnes que pode durar até 4 anos (fora da geladeira);
- como conservar alimentos em vidros (vegetais e carnes);
- conservando frutas;
- confecção e conservação de vários tipos de molhos;
- e muito mais sugestões e possibilidades de se conservar comida...

Também existem sites de "sobrevivencialismo" que ajudam a ter uma visão bem maior sobre armazenagem de alimentos e vários motivos plausíveis para se estocar alimentos. Apenas observo que os artigos dos sobrevivencialistas levam a situação ao extremo, incluindo a hipótese de haver um desabastecimento que dure não somente alguns dias ou semanas, mas podendo chegar a meses ou anos, portanto não se assuste com as proposições deles, pois são extremamente relevantes para esse assunto:
http://sobrevivencialismo.com/2011/06/1 ... eneficios/
http://sobrevivencialismo.com/2011/04/0 ... m-estoque/
http://sobrevivencialismo.com/2011/04/1 ... -evitados/
http://sobrevivencialismourbano.blogspo ... car-e.html


Espero ter ajudado!!!
.

Muito interessante este link. Para quem mora em áreas de difícil acesso ou em áreas que costumam ocorrer catástrofes naturais, é uma boa também.

Morcegolino
Mensagens: 124
Registrado em: 15 Jun 2017, 20:04

Re: Estoque de comida

Mensagem por Morcegolino »

Um razoável bunker vai envolver fatores como:

1) segurança (portas blindadas, armamento, munição)
2) alimentos e sua conservação e preparo.
3) água e armazenamento (muitos se preocupam com a alimentação mas se esquecem que a água ocupa muito mais espaço, dura menos e é mais importante)
4) outros: ventilação (renovação do ar), máscaras contra gases tóxicos, medicamentos (antibióticos, analgésicos, antiinflamatorios, etc), iluminação vestuário e produtos de higiene.

Então se preocupar tão somente com alimentos é bobagem se não existir uma estrutura que de fato impeça o ataque de agressores e ao mesmo tempo promova a sobrevivência dos abrigados, em todos os sentidos.

Eu particularmente considero que as todas as provisões devem manter cada indivíduo por pelo menos 120 dias, sendo o ideal 180 dias. Esse prazo é suficiente para a reorganização do governo em caso de catástrofe natural ou rebelião popular e deve ser suficiente para tornar os níveis de radiação aceitáveis em caso de explosões nucleares ocorridas fora do território da America do Sul.

Erick Tamberg
Mensagens: 655
Registrado em: 09 Jun 2016, 13:50

Re: Estoque de comida

Mensagem por Erick Tamberg »

Um dos países que mais leva a sério a questão do sobrevivencialismo é o Chile.

Como é um país sujeito a terremotos, as lojas de artigos militares (há umas 30 delas no Paseo Bulnes, um calçadão atrás do palácio de La Moneda) costumam vender os mesmos kits de ração destinados às Forças Armadas.

Responder